segunda-feira, 4 de julho de 2011

Por amor



Por amor eu ligaria o som e colocaria um CD de axé no volume máximo às três da manhã.

Por amor eu compraria uma casa em frente a um SPA e deliciar-me-ia (amo a língua portuguesa) com grandes banquetes na varanda.

Por amor eu faria o cartão C & A e compraria tudo em até 10 vezes sem juros e juro que não pagaria em dia.

Por amor eu seria capaz de loucuras! (duvida?). Por amor passaria horas e horas ouvindo uma atendente de telemarketing dizendo que estará “tomando as providências ou que estará passando pra outro setor".

Ah! Por amor eu entraria num ônibus lotado e cantaria a dança do quadrado.

Por amor eu votaria no PT. (MENTIRA! Disse isso pra aumentar o número de caracteres).

Por amor eu seria o cara mais feliz do mundo. Faria as coisas mais babacas do mundo. Por amor eu escreveria este monte de besteiras.

PS: Não tinha o que escrever e precisava atualizar isso aqui e que fique bem claro que odeio gerundismo e estou falando sério! É sério! Estou a falar sério!

PS:² Sou um romântico incorrigível.

2 comentários: