segunda-feira, 2 de julho de 2012

Ar





Adoecer empobrece. Essa coisa de taxi e moto-taxi pra voltar pra casa na maior das urgências é de lascar, não tem bolso que aguente. E vejam só, a coisa piora quando se é um estagiário dependente da mesada dos pais.

Voltar pra casa de ônibus depois de uma crise de falta de ar – mais uma, aliás, - é um porre. São cerca de 40 minutos até chegar à minha casa e pegar os remédios, a sensação é de estar correndo em uma esteira tentando abocanhar um pedaço de pão que está a dois metros de distância: desesperador. Por isso o moto-taxi e uma chegada em menos de dez minutos.

Adoecer empobrece porque os remédios são caros. O plano de saúde não deixa de ser caro. Aliás, se eu pudesse dar só uma dica para o futuro, seria esta: tenham plano de saúde.

Depois de tomar os remédios, o ideal seria dormir, descansar, essas coisas, mas não é fácil dormir porque sempre fica o medo de uma nova crise durante o sono. É uma expectativa negativa insuportável. Tão negativa quanto saber que seu time está sob o comando do Vagner Mancini, que escalou o Deola no gol e formou a defesa com Leandro Amaro e Paulo Miranda na zaga e Márcio Araújo no meio com o Daniel Carvalho sendo o meia-armador. Tudo isso em um jogo contra o Barcelona. Desesperador.

Desculpa, me exaltei!

Em pouco mais de dois meses de tratamento para minha garganta e nariz, o progresso parece-me pouco. Teimoso, joguei torneio de futebol na Universidade e a poeira ferrou um pouco meu nariz e minha garganta. Pra piorar, os jogos do Palmeiras que antes me levavam a tomar um remedinho pra pressão – melhor prevenir! – agora atrapalham minha garganta por motivo de gritos.

Segundo os chineses, as crises são geradoras de oportunidade e eu acho que essas crises de falta de ar geraram a oportunidade de cirurgia que o médico assegurou ser feita em último caso. Pelo jeito, estou à beira desse último caso. O que fica futucando a bainha do meu juízo é que não tenho menor idéia sobre o procedimento de uma cirurgia no nariz. Será que colocam uns gnomos no nariz para que façam manutenção nos septos nasais? Não sei, quero saber e tenho gratidão por quem sabe. Amanhã hei de saber.

Ah! Essa semana tem o primeiro jogo da final da copa do Brasil e o Palmeiras jogará e precisarei da minha garganta na mais perfeita. Enfim, quando me virem calado, falando pouco e baixo saberão que estou me guardando pra quando o Palmeiras jogar.

Haaaaaaaaaaaaaaaaaja coração e voz, amigos!

Na verdade, eu tô é com medo de ter que fazer a tal cirurgia, embora saiba que esse medo é besteira. Eu acho. Ou não acho, mas tô dizendo que acho porque preciso me acalmar.

E quer saber? (agora você fala que sim. Disse sim?). Pois bem, acho melhor parar porque esse texto tá ficando estranho e chato.

Nenhum comentário: