sexta-feira, 25 de julho de 2008

Bronze de tolo!

















Um dia desses eu andava pelo centro da cidade, quando parei numa esquina e vi um velho vesgo, feio e muito gentil que achava que era argentino, eis que este velho me ofereceu uma viola e eu cantei uma música que dizia mais ou menos assim:


Eu devia estar contente por morar em uma boa casa em Teresina depois de ter visto tanta gente que não tem onde morar...Eu devia estar contente, comemorando feito um maluco, mas ainda tô luto por que a Dercy morreu e mais de 300 picaretas que estão a curtir adoidado em Brasília estão vivinhos da Silva (nada a ver com Luís Inácio) ...

Ah! eu devia estar alegre e satisfeito dançando a dança do quadrado, saltando pocinhas na rua, na chuva, na fazenda ou numa casinha de sapê. Mas é frustrante saber que o mundo é injusto e que as pessoas não dão a mínima nem para o meio ambiente. Eu devia estar contente por que tenho uma casinha no campo, onde posso compôr muitos textos rurais.



Eu devia estar contente por que aquela menina era totalmente livre e não-fumante, mas confesso abestalhado que fiquei chateadão por que ela não sabia quem era Torquato Neto e disse que eram piegas as músicas que eu ouvia, quando, na verdade, ela nem sabia o que era piegas.



Eu devia estar contente por ter conseguido muitas coisas que eu quis...


Ah! Mas que sujeito chato sou eu que não acho nada engraçado: Ministro e deputados puxa-sacos, Fidel Renunciando, Hugo Chaves dominando, Aloprado barbudo [Lulla] e FARC e PAC eu acho tudo isso um saco...

E o pior de tudo é ver um discurso do presidente e notar que ele é um humano ridículo, limitado que não usa sequer 3% de sua cabeça animal e ainda há quem acredite que é um deputado, ministro ou aloprado barbudo, ou um torneiro mecânico quem contribuirá com sua parte para que tenhamos um belo quadro social e não sabem que só a educação fará isso por nós.


Eu devia estar contente por aos 19 anos estudar em duas universidades [públicas], mas confesso abestalhado que estou decepcionado, pois sei que educação no Brasil é uma Merda e serão muitos os que não conseguirão concluir pelo menos o ensino fundamental. [e ainda correrão risco de ser presidentes da república]


Eu que não me sento na privada de um apartamento com a boca escancarada, cheia de dentes esperando o mensalão ou cartão corporativo chegar sou obrigado a ouvir uma ministra dizer:Relaxa e goza.


Eu devia estar a comemorar a 'democracia', mas ainda não entrendi muito o que é isso e acredito que o que há no Brasil é uma cleptocracia, ou seja, um governo de ladrões.

P.s.:Os aloprados estão fudendo o país e a ministra na função de sexóloga sugeriu o que todos sabem q deve ser feito num momento como esses, né? (relaxar e gozar)


Há tempos eles fazem isso conosco. Há tempos não se faz nada pra mudar isso, há tempos são os jovens que adoecem. Há tempos a política está podre. Há tempos se fala em terceiro mandato pro Luís Inácio e a turma parece se agradar desse negócio todo.
Será q precisaremos de mais uma ditadura pra entendermos o valor da 'democracia', que sugere participação política?


Aquele babaca do Figueiredo, quando entregou o poder, disse que isso aqui seria uma democracia. FALSO PROFETA!ISSO AQUI NÃO PASSA DE UMA CLEPTOCRACIA!!

P.s².: Eu tenho um monte de coisas importantes pra conquistar e eu não posso aqui parado.



A todos uma feliz tarde e um próspero fim de semana!


Abraços! Gildean Tiago

quarta-feira, 13 de fevereiro de 2008

A ignorância é audaciosa!



Estou cada vez mais assustado com o futuro do país, os velhos políticos estão a morrer, inclui-se aí os bons e os picaretas, a juventude está cada vez mais distante da política, aliás, está fútil e a maioria é composta por um bando de analfabetos politicos.

O que me preocupa nisso tudo é que a juventude que deveria e deverá ser o futuro da nação está cada vez mais impregnada com as besteiras, que viram modas no Brasil.


Os jovens rapazes se transvestindo de soldados do tropa de elite e as jovens se deixando levar pela sensual, pornográfica e inútil dança do Creu e outras bestialidades da cultura inútil que nos é imposta pelo modismo e alienação causada pela TV e outros meios.

Com tantas futilidades e ignorância política entre os jovens o que pensar a respeito do futuro da nação?

Os políticos espertalhões estão cada vez mais se aproveitando dessa ignorância e se esbaldando com a grana que eles roubam do povo. É notável um certo autoritarismo por parte do governo, que aumenta impostos por meio decretos abusivos.

A juventude de hoje não é tão ligada aos acontecimentos políticos. Então fica a pergunta:

Mas é isso que é a juventude que diz que é o futuro do país?

A verdade, é que com esse pateticismo e show de futilidades tenho medo que a juventude apenas ressucite o velho inimigo do Brasil do século passado, porém ao invés de miltares teremos populistas com um getulismo fajuto. Teremos populistas num nível mais ridículo e podre e ignorante que o de Hugo Chávez e Evo Morales.


Que tenhamos vergonha na cara e saibamos participar ativamente da política.

Ps.: Há quarenta anos iniciava-se a Bossa Nova, hoje há poucos adeptos e admiradores de tal estilo, em compensação a cada dia aumenta o número dos que se adequam e admiram a 'Bosta Nova'. De uma coisa se sabe: O Lula está fazendo escola, prova disso é a ignorância cultural da população.

Livros sim! Participação política sim! Mas se a juventude for em política assim como é em estética e cultura. Nós estamos feitos.

Abraços. Gildean Tiago