terça-feira, 12 de julho de 2011

Quase um acróstico'




É por aí mesmo, menina. Por aí, por ali, por acolá. De um jeito ou de outro, mas sempre do jeito certo, certo?!  Respeito é bom e é bom saber que você gosta. Insistirei cada vez mais em ver teus sorrisos. Sorria, menina!

Cê floreia muito as suas histórias e isso é comovente. E lindo. As palavras ficam mais bonitas quando ditas por você. Ah, teus esforços pelos amigos são comoventes também. De uma lindeza impressionante.

Teu rosto é mais bonito rindo. Já te disse, né? Sorria, menina! Há tempos insisto em teus sorrisos. Devo tá ficando chato. E acontece que parece que o teu sorriso bonito é para poucos. Só privilegiados ganham os teus sorrisos bonitos. (Ah! Sou um dos privilegiados, aliás, haha).

Invasão de ambiente. É assim que se pode descrever teu sorriso. Invade mesmo. Mas não pense que não gosto te ver séria, menina. Tua serenidade (e discrição) te deixa com ar de mistério. Sério! Serenidade de causar encantamento.

PS. “Teu rosto é mais bonito rindo.” (Otto)

2 comentários:

Filha do Sol do Equador. disse...

uma lindeza...

Cynthia Osório disse...

hummm menino, essa menina vai sorrir quando ler isso!